 Bem-vindo!  Willkommen!  Bienvenido!  Bienvenue!  Benvenuti!  Welcome!  歡迎! Καλως ηλθατε!  Добро пожаловать! !مرحبا

VISITA O RETALHOS 2 em http://betus-pax2.blogspot.com

04 Julho 2007

Sacerdote para sempre

Hoje celebro oito anos da minha Ordenação Sacerdotal…
Inicio este dia com Francisco de Assis.
A minha reflexão não pode deixar, neste dia tão grande da minha vida, de se centrar no pensamento do Poverello e a sua forma de olhar os sacerdotes. Não é para alimentar o meu ego e muito menos captar de vós alguma palavra ou sentimento semelhante. Podia nem o mencionar aqui mas faço-o ao jeito de partilha humana e fraterna.

Diz Francisco aos “que são (…) sacerdotes do Altíssimo, que, quando quiserem celebrar Missa (…) com respeito celebrem o verdadeiro sacrifício do Corpo e Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo, com santa e pura intenção…” (Carta a toda a Ordem n.º 14)
Oito séculos passados este mandato continua tão pertinente como então. Se naquele tempo a Eucaristia era, muitas vezes, mal celebrada, sem respeito e dignidade, sem sentir Cristo realmente presente, hoje muitas vezes vemos acontecer o mesmo. Cristo presente nas aparências do Pão e do Vinho parece tão longe daqueles a quem se oferece com DOM e GRAÇA e, quantas vezes, porque os sacerdotes – eu talvez – não sabem levar os irmãos a viver o dom da presença real de Cristo por nós no altar.
Eu mesmo tantas vezes peço perdão ao Senhor por sair da Eucaristia com consciência de que estava ali ocupado com tanta coisa e… Ele esteve mas não por mérito ou esforço meu. Pedir perdão ao Senhor e a toda a Ecclesia – povo de baptizados a quem devo a obediência da Ordem – irmãos que nos olham e me olham com o olhar de quem procura o próprio Cristo.
E Francisco continua a dizer-nos ainda hoje: “Vede a vossa dignidade, irmãos sacerdotes, e sede santos, porque também Ele é santo. E, como por motivo deste mistério, o Senhor mais que a todos vos honrou, assim vós amai-O, reverenciai-O e honrai-O mais que todos.” (Carta a toda a Ordem n.º 23-28)
Oito anos passaram e podeis, querido amigos, ter a certeza de que me sinto cada vez mais indigno deste grande mistério de Deus em mim… Diz o nosso povo que “cada um sabe de si e Deus sabe de todos”. Sei o quão indigno sou da unção recebida pelas mãos do nosso Bispo há oito anos… sou indigno sim, mas anima-me a certeza de que no meio do meu muito pecado Deus actua com a graça do Espírito e a Igreja supre a minha fragilidade humana.
Quantos passaram já pela minha vida sacerdotal… a quantos levei a acção do Espírito Santo nos Sacramentos mais diversos… alguns com alegria e outros com tristeza mas…Deus é maior forte que todos esses sentimentos e é Ele que está e actua em nós.
Vergo-me uma vez mais para com a sensibilidade de Francisco que nos ensina – e me ensina a mim em primeiro lugar – a olhar o DOM do Sacerdócio Ministerial de Cristo: “Depois disto, deu-me o Senhor, e me dá tanta e tal fé nos sacerdotes que vivem segundo a norma da santa Igreja Romana, pelas ordens que têm, que, se alguém me perseguir, quero recorrer a eles. (…) E a eles (…) quero temer, amar e honrar como a meus senhores. E não quero considerar neles pecado, porque neles vejo o Filho de Deus, e são meus senhores” (Testamento n.º 6-10)
Neste texto torno presentes tantos homens e mulheres, velhos ou crianças, crentes e não crentes que fazem parte deste dom que Deus me concedeu, quantos são hoje responsáveis por eu ter chegado até aqui… mãos e olhares amigos, sorrisos e palavras de fortalecimento, dedicação e entrega que suavizou tantas vezes a dor de quem tudo dá aos outros e tantas vezes se sente só no seu mundo e fim de dia…
A todos a minha humilde gratidão e o pedido de perdão por tantas vezes não ter sido capaz de ser eu mesmo, não sendo assim o rosto visível de Jesus Cristo. Perdão e gratidão são os sentimentos que me assolam neste momento…
Resta a certeza de que Cristo pode fazer-nos passar por caminhos menos rectos, provações muitas, pecado e graça, mas que jamais nos abandona e que, na hora certa, Ele ali está através dos outros, os AMIGOS, vós mesmos…
Ele nos recorda a cada passo: “Não fostes vós que Me escolhestes: fui Eu que vos escolhi e vos destinei, para que vades e deis fruto e o vosso fruto permaneça. E assim, tudo quanto pedirdes ao Pai em meu nome, Ele vo-lo concederá”. (Jo 15, 15-16)
Nesta certeza imploro ao Pai, em nome do Filho, e na acção do Espírito que conceda bênção e paz aos meus pais e familiares, aos irmãos que como eu são e procuram viver como Menores – alguns em especial que recordo nesta hora – e a todos os Amigos que foram e são presença e caminho para o Alto…
Que Santa Isabel de Portugal, Rainha e Franciscana canonizada em 1625, e que hoje celebramos, interceda por mim junto de Deus para que eu possa levar a bom termo o múnus que me confiou.
“O Senhor vos abençoe e vos guarde…”

10 comentários:

esperança disse...

Antes de mais: PARABÉNS neste dia da sua Ordenação Sacerdotal! Acho que nesta terra não pode haver DOM maior do que poder tornar Cristo - Deus! - presente sobre o Altar, e dá-l'O aos outros, quer na Eucaristia, quer na Palavra ou nos outros Sacramentos.

Mas hoje também um OBRIGADA muito especial pela sua partilha tão humilde e tão verdadeira neste dia, aqui no blog.

Que Deus, por Quem foi ESCOLHIDO,CONSAGRADO e ENVIADO, lhe conceda sempre FORÇA e GRAÇA para viver cada dia mais e melhor este DOM tão sublime.

Rezo hoje especialmente por si...

Filipa disse...

PARABÉNS AMIGO, por estes anos ao serviço de DEUS e para bem de toda a Igreja.
Estou contigo...

PAZ E BEM

Sirlene disse...

Frei Albertino,
Louvado seja o Amado Coração Eucarístico de Jesus!
Daqui do outro lado do Atlântico, o cumprimento carinhoso pelo aniversário de sua ordenação sacerdotal. Privilégio e responsabilidades igualmente incomensuráveis!
Dizia outro dia ao Frei Armindo, por ocasiào dessa última estada do Papa em Assis, quando o câmeramen focalizou aquela criança de aparentes 2 a 3 anos de idade, encaminhando-se descompromissadamente em direção do altar, que eu me comovi e rezei por aquela criança que representava uma geração, rezei pensando: tomara que esta criança continue em direção ao Altar, sempre ,e desejei que ela fosse um sacerdote, mas ao mesmo tempo, eu tenho muita pena dos padres. Não por serem padres, mas pela luta constante, diária, por se manterem padres. Claro que por mérito próprio a perseverança não acontece! Assim como em todo estado civil, pois não só os padres ou os casados têm luta...os viúvos, os solteiros, como eu também estamos no mesmo barco...
Feliz a sua meditação, enriquecida com a base de São Francisco! Excelente essa sua preocupação em se aperfeiçoar , achando-se indigno! Prova que o sr. caminha na direção certa. Deixe que seus juizes sejamos nós outros que usufrimos da sua entrega , e na hora da apuração final aí sim, seu juiz será Aquele que o escolheu, o único que pode julgar! Como será Ele o Juiz de todos nós, cada qual , de acordo com o nosso sacerdócio.

Por hoje, aqui vão os meus Parabéns e os meus votos para que diariamente o sr continue a lutar para ser um frade menor! A Humanidade agradece!

Sirlene

AM disse...

AMIGO, parabéns!
Q sempre continues a ajudar e a mostrar aos outros O Caminho. OBRIGADO!
Abração muito Amigo.

José de Jesus Cardoso disse...

Fr. Albertino!
Li com atenção da primeira à última letra o que escreveste do teu 8.º aniversário da tua Ordenação Sacerdotal.
A felicidade que vem de Deus, está muitas vezes a nosso lado e nós não a percebemos. Que o espírito do Senhor te fortaleça. O tempo passa depressa e já lá vão oito anos da tua Ordenação.
Neste contexto de comunhão fraterna venho reavivar a minha amizade e uma palavra amiga de gratidão por tudo o que és no serviço do Senhor e dos irmãos.
A amizade melhora a felicidade e diminui a tristeza que às vezes no abate.
O sábio é aquele que aprende com todos, eu gosto de aprender contigo. Ignora aqueles que te têm desencorajado. O ontem já passou e o amanhã vai ser melhor. Acredita em ti mesmo e serve o Senhor com alegria. Não desistas de ser como és pois Jesus Cristo é o nosso tesouro e os nossos irmãos e amigos a nossa alegria.
Um abraço fraterno pelo teu 8.º aniversário de Ordenação Sacerdotal.

jjc

dina disse...

PARABÉNS por este dia em que foi ordenado SACERDOTE de CRISTO, ESCOLHIDO E ELEITO por DEUS, para tão GRANDE e DIGNO MINISTÉRIO…

PARABÉNS por esse DOM tão grandioso através do qual todos os dias torna presente, na PALAVRA, nos SACRAMENTOS, na EUCARISTIA, o próprio DEUS que o escolheu, o Consagrou e o Envia cada dia aos Irmãos…

Felicito-o também pela sua simplicidade, autenticidade, clareza, testemunho e preocupação em se aperfeiçoar, quando diz que se “acha indigno”, e pela partilha fraterna hoje no blog…


O DEUS que o CONSAGROU, ESCOLHEU e ENVIOU, continue a ser a FORÇA, a CORAGEM e a LUZ no seu caminhar de cada dia… e sinta-se agraciado pelo DOM da SUA GRAÇA, TERNURA E MISERICÓRDIA, permanecendo com ELE, Sacerdote para SEMPRE….

Estou consigo… Rezo…

"Lídia" disse...

Meu AMIGO, Sacerdote de Deus!
Sinto uma vontade enorme de nada dizer. De ficar a reviver momentos bonitos em que estes 8 anos me ensinaram. E eles incluem o despertar de novo para Deus, o reaprender a caminhar, a lutar, a silenciar e a crescer espiritualmente. Foi, e continua a ser, um verdadeiro Dom de Deus na minha vida e de muitos que consigo contactam. Sente-se isso quando, em nome de Deus, está junto do altar, quando é o sacerdote que fala, canta, perdoa, consagra ou trabalha.
Acredito que nem sempre esta relação de testemunho sacerdotal se sente e manifesta com a mesma intensidade e a mesma Vida – o Pai e o Espírito Santo também “precisam de testar a fidelidade”, creio – mas os momentos em que provoca a confiança e a Graça são, largamente, mais sentidos do que os outros. Momentos de fraqueza… também os santos passam por eles; momentos de dúvida… levam à procura da verdade; momentos de solidão, induzem ao novo Encontro e à relação, ao fortalecimento da confiança.
Amigo Sacerdote, tanto devemos agradecer ao Altíssimo, por nos ter concedido a bênção de descobrirmos os Dons Divinos, por tão dignas mãos consagradas e abençoadas!
As minhas competências são insignificantes pelo que só o coração pode pedir à Senhora do Céu e ao Altíssimo que o protejam e ajudem em tão grande e difícil caminhar sacerdotal. Por isso, como Francisco: Salvé, Senhora Santa Rainha, porque trouxeste Deus aos homens, como o Sacerdote no altar.
Obrigada, Frei, pelo seu SIM e pela sua entrega incondicional!

fiducia disse...

Neste dia, tão especial e importante para si e para todos os que de alguma forma, durante estes 8 anos, sentiram o amor e presença de Deus através de si, pelas suas palavras, pelo seu perdão, pela sua bênção, pelas suas homilias e consagrações onde celebra o “verdadeiro sacrifício do Corpo e Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo”, quero agradecer ao PAI a sua vida e VOCAÇÃO e agradecer-lhe, a si, o ter deixado tudo, pais, irmãos, a sua vida pessoal, para se dedicar ao serviço de todos os que precisam de PAZ e BEM. Tal como “Esperança” também quero agradecer este testemunho tão autêntico e singelo, que tanto me emocionou. OBRIGADA.

Deixo-lhe aqui “uma prenda” do querido Papa João Paulo II, Carta que ele dedicou a todas as PESSOAS CONSAGRADAS de todas as comunidades religiosas, por ocasião do ano Mariano, penso que já lha enviei noutra ocasião, mas gosto tanto dela, pela sua ternura e confiança, que a rezo de novo aqui neste momento, POR SI:
“Ao meditarmos no acontecimento da Anunciação, nós pensamos também na nossa vocação. Esta marca sempre uma viragem na caminhada do nosso relacionamento com Deus vivo. Diante de cada um e de cada uma de vós abriu-se uma nova perspectiva; e um novo sentido e uma nova dimensão foram dados à vossa existência cristã. Esta escolha — do mesmo modo que sucedeu com Maria Santíssima na Anunciação — convida-nos a encontrar-nos nas profundezas do mistério eterno de Deus que é Amor. Sim, quando Cristo nos escolhe, quando Ele nos diz «segue-me», então — como proclama a Carta aos Efésios — «Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo» escolhe-nos n'Ele: «N'Ele nos elegeu antes da fundação do mundo... Predestinou-nos para sermos seus filhos adoptivos... para fazer resplandecer a sua maravilhosa graça, pela qual nos tornou agradáveis em seu amado Filho». Por fim, «deu-nos a conhecer o mistério da sua vontade, conforme o seu benévolo desígnio, que n'Ele de antemão estabelecera» (Ef 1, 4-6. 9).
A nossa vocação está escondida no mistério eterno de Deus antes de se tornar em nós um facto interior, o nosso «sim» humano, a nossa escolha e a nossa decisão. Com a Virgem Maria, no acontecimento da Anunciação em Nazaré, meditemos o mistério da vocação que se tornou a nossa «parte» de herança em Cristo e na Igreja.
Neste Ano Mariano, também eu confio a Nossa Senhora, de todo o coração, cada um e cada uma de vós, assim como as vossas comunidades; e abençoo-vos em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.”

Fiducia. 4 de Julho 2007.

dina disse...

SEGUIMENTO

Senhor Jesus, que me chamas a seguir-Te
E me consagras todos os dias ao Teu serviço,
Para anunciar a BOA NOVA DO REINO aos pobres,
Quero, seguindo o Teu exemplo e o de Tua Mãe,
Dizer-Te hoje de Novo o meu "SIM".
Toma todo o meu "SER", modela o meu coração segundo o TEU,
Modela os meus pensamentos, os meus desejos, os meus sentimentos, a minha vontade.
Elimina o que em mim enfraquece a "TUA OBRA";
Anima em mim todo o BEM que não está vivo…
Com a força do Teu Espírito renova a minha ENTREGA TOTAL...
Recebe a minha vontade e realiza em mim os Teus planos…
Recebe a minha pobreza e transforma-a em DISPONIBILIDADE e SERVIÇO AOS IRMÃOS…
Recebe a minha CASTIDADE e transforma-a em AMOR FECUNDO…
Senhor! Tudo aquilo que sou Te pertence, e por isso, me entrego a Ti quotidianamente...

Dina

elsa nyny disse...

Atrasei-me, mas nunca é tarde...por isso te deixo os meus sinceros parabéns!! Já nunca mais me esqueço...sabes porquê? Porque este é também o dia de aniversário de Ordenação de um grabde Amigo meu,
rezo por ti!

Bj

AVISO LEGAL – Procurarei fazer, neste blog, uma utilização cautelosa de textos, imagens, sons e outros dados, respeitando os direitos autoriais dos mesmos. Sempre que a legislação exigir, ou reclamados os referidos direitos de autor, procurarei prontamente respeitá-los, corrigindo informação ou retirando os mesmos do blog

 
© 2007 Template feito por Templates para Você